Dr Lucas Barbosa

Logo - Dr Lucas Barbosa

Varizes Grossas na Coxa - Como resolver a Laser?

Varizes de grosso calibre marcam muito o visual das pernas, comprometem muito a autoestima de homens e mulheres, além de frequentemente provocarem dores, incômodo e inchaços. Os pacientes quase sempre acreditam que a única solução seria através de cirurgia convencional, por isso evitam procuram atendimento médico, com receio da recuperação, dos cortes e da anestesia utilizada. Aqui vou mostrar como é o tratamento moderno desse tipo de situação.

As vantagens principais dos procedimentos modernos a Laser são os seguintes:

Varizes Grossas na Coxa - Dr. Lucas Barbosa

1. Como fazemos sem cortar?

Desde 1998 os tratamentos que fazem “secar” as veias através de temperatura (especialmente o EndoLaser) vêm revolucionando a cirurgia vascular.

Inicialmente usávamos essa estratégia apenas para a veia safena, mas nos últimos 5 anos vem se aprimorando uma técnica, chamada ATTA (Ablação Térmica Total Assistida), que amplia o uso do Laser também para as varizes médias e grossas, possibilitando tratar qualquer padrão de varizes, por maiores que sejam, entregando a energia via luz, pelo Laser.

2. Cicatrizes

Junto dos cortes que eram feitos antigamente, vinham as indesejadas cicatrizes e retrações de pele, que ocorrem de forma bem evidente nas coxas e pernas.

Como atualmente utilizo apenas uma fibra óptica, não é esperada nenhuma cicatriz pós procedimento.

Entretanto, é comum que a pele sobre a variz tratada evolua com uma mancha transitória (cor acastanhada) por alguns meses, até que volte totalmente ao normal.

3. As temidas Raquianestesia e anestesia geral

Como tudo é feito com anestesia local e uma sedação leve, não é necessário nenhum tipo de anestesia mais invasiva, sendo a recuperação pós procedimento praticamente imediata.

Dessa forma, conseguimos realizar o procedimento de forma totalmente ambulatorial – em uma clínica com as regulamentações de ANVISA todas sendo respeitadas à risca, se torna muito mais prático e tão seguro quanto um procedimento hospitalar.

4. Ausência de repouso.

Não é necessário nenhum tipo de repouso quando não realizamos anestesias pesadas e cortes, estando as atividades cotidianas liberadas no mesmo dia do procedimento.

Inclusive estar ativo e movimentar a circulação são positivos, evitando complicações.

5. Feito de forma ambulatorial.

Como contamos com amplo espaço clínico, sala de procedimentos apropriada, equipe com enfermeira, técnica de enfermagem, auxiliares de limpeza, eu no papel de médico cirurgião e também o médico anestesista (em casos selecionados), todo o fluxo de atendimento foi pensado, assim como nos EUA e Europa, para que possamos realizar o procedimento sem internar o paciente.

A técnica ATTA, então, traz uma grande facilidade na recuperação e execução do procedimento. Ela foi detalhadamente descrita em um artigo científico na seção de Inovação do Jornal Vascular Brasileiro, artigo o qual tenho o orgulho de ter participado da elaboração, levando o nome da Clínica Patricia Holderbaum e o meu próprio nome nessa importante revista científica brasileira.

Dr. Lucas Barbosa atende diariamente em Canoas. Link para contato:

Gostou do texto? Então curta e compartilhe!!

Sobre o Autor Lucas Barbosa

Dr Lucas Barbosa

Sou médico e cirurgião vascular, especialista em tratamento minimamente invasivo de varizes. Tenho ampla experiência em tratamento de varizes grossas, safenas, vasinhos e suas nutridoras, priorizando as técnicas mais modernas, que dispensam cirurgia. Conto com uma infraestrutura clínica de alto padrão, tanto em conforto para pacientes e funcionários como nas mais modernas tecnologias para diagnóstico e tratamentos, liderando o Setor Vascular da Clínica Patrícia Holderbaum, em Canoas – RS.

Posts mais recentes

Qual é o tratamento para varizes

Remédios para varizes – Funcionam?

Cirurgia? Remédios? Meias Elásticas? Laser? Espuma? Afinal de contas, como são tratadas as varizes? Bom, há uma variação grande de padrões – pessoas com muitos sintomas, outros com quase nenhum, vasinhos finos e varizes grossas. Vamos dar um apanhado geral aqui de como nós, médicos, encaramos essas situações?

Leia Mais »